1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Cresce o número de refugiados por causa da guerra civil na Síria

Nações Unidas calculam que 1,5 milhão de pessoas já fugiu da violência dentro do país e outras 150 mil atravessaram a fronteira. Alemanha envia recursos financeiros e equipamentos para campo de refugiados na Jordânia.

Campo de refugiados na fronteira da Síria com o Iraque

O governo alemão intensificou o envio de recursos para os campos de refugiados em países vizinhos à Síria. Conforme o Ministério do Exterior da Alemanha, equipamentos para o abastecimento de água já chegaram à Jordânia. Eles serão instalados no campo de Zaatari, na província de Mafraq, que vai abrigar 100 mil pessoas. O custo para a Alemanha será de 400 mil euros.

"O rápido crescimento do número de refugiados nos países vizinhos está nos causando grande preocupação", disse o ministro do Exterior, Guido Westerwelle.

O conflito na Síria envolvendo rebeldes e tropas leais ao governo do presidente Bashar Al-Assad tem obrigado cada vez mais pessoas a deixar suas residências. Conforme o Alto Comissário das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), cerca de 1,5 milhão de pessoas já se deslocou dentro do país. Outros 150 mil atravessaram as fronteiras.

O país que mais recebe refugiados é a Turquia (44 mil), seguido por Jordânia, Líbano e Iraque. Os números se baseiam em informações do Crescente Vermelho, versão muçulmana da Cruz Vermelha.

Além disso, muitos iraquianos que se refugiaram em território sírio durante a guerra no seu país estão retornando devido à violência na Síria, afirma o Acnur. O órgão calcula que 80 mil iraquianos vivem na Síria e, somente na semana passada, 10 mil voltaram para o Iraque.

O presidente da Cruz Vermelha alemã, Rudolf Seiters, disse à emissora de rádio alemã Deutschlandfunk que está cada vez mais difícil atender o grupo estimado de 1,5 milhão de pessoas que necessitam de ajuda na Síria.

MP/epd/dpa/dap/rtr
Revisão: Alexandre Schossler

Mais sobre este assunto