1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futurando!

Cinco vencedores do Prêmio Nobel de Medicina

Conheça os últimos cinco nomes da mais prestigiosa premiação mundial.

O Prêmio Nobel é concedido a homens e mulheres de todos os cantos do mundo por suas realizações nas áreas da Física, Química, Fisiologia ou Medicina, Literatura e Paz desde 1901. A partir de 1969, também passou a ser concedido a destaques da Economia, com o nome Prêmio do Banco Central da Suécia de Ciências Econômicas em Memória a Alfred Nobel.

O Prêmio Nobel é a mais prestigiosa premiação mundial, administrada pela Fundação Nobel, em Estocolmo, na Suécia. É uma homenagem ao inventor sueco Alfred Nobel, morto em 1896. Cada prêmio consiste de uma medalha, um diploma pessoal e um prêmio em dinheiro. Em junho de 2000, a Fundação Nobel comemorou 10 anos.

A Fundação, e especialmente os Prêmios Nobel, estão intimamente ligados à história da ciência moderna, às artes e ao desenvolvimento político ao longo do século 20. As bases para o prêmio foram estabelecidas em 1895, quando Alfred Nobel escreveu seu testamento, deixando grande parte da sua fortuna para a criação do prêmio. O cientista também é lembrado pelas suas contribuições como inventor, empresário, escritor e pacifista. Os nobéis 2013 serão anunciados em outubro.

Sir John B. Gurdon
Shinya Yamanaka

O Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina de 2012 foi atribuído conjuntamente a John B. Gurdon e Shinya Yamanaka (na foto). Eles foram reconhecidos por sua importante contribuição em relação às células-tronco. O trabalho da dupla marcou a descoberta de que células maduras podem ser reprogramadas. A descoberta revolucionou a medicina.

Bruce A. Beutler
Jules A. Hoffmann
Ralph M. Steinman

Em 2011, a premiação foi dividida entre três pesquisadores. Bruce A. Beutler e Jules A. Hoffmann (na foto) foram lembrados pelas suas descobertas sobre a ativação da imunidade inata. O imunologista e biólogo celular Ralph M. Steinman recebeu a honraria pela descoberta das "células dendríticas e o seu papel na imunidade adaptativa."  Ele faleceu três dias antes de seu nome ser anunciado como premiado.

Robert G. Edwards

O biólogo e pesquisador britânico foi homenageado em 2010. A premiação se deve ao pioneirismo na medicina reprodutiva, especialmente pelo desenvolvimento da fertilização in vitro. Foi ele o responsável pela primeira concepção bem sucedida de um bebê de proveta, em 1978. Faleceu em abril de 2013. 

Elizabeth H. Blackburn
Carol W. Greider
Jack W. Szostak

A descoberta de como os cromossomos são protegidos abriu o caminho para outras linhas de pesquisa para o tratamento contra o câncer e garantiu a premiação a Elizabeth H. Blackburn, Carol W. Greider (na foto) e Jack W. Szostak. Além de garantirem o funcionamento das células, os cientistas contribuíram para o desenvolvimento de potenciais novos tratamentos.

Harald zur Hausen
Françoise Barré-Sinoussi
Luc Montagnier

O Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina 2008 foi dividido entre Harald zur Hausen (na foto) pela descoberta do vírus do papiloma humano que causa o câncer do colo de útero, e Françoise Barré-Sinoussi e Luc Montagnier, pela descoberta do vírus da imunodeficiência humana (HIV).